Antes de mergulhar na exuberante beleza natural e arquitetônica de Sintra, aclimate seus sentidos na Versalhes portuguesa – o Palácio Nacional de Queluz. A apenas 16 quilômetros do centro de Lisboa, a antiga residência real remonta a 1747, e foi um dos últimos palácios em estilo rococó da Europa. Na sequência, rume para Sintra, uma das cidades mais adoradas do país. Em menos de uma hora de trem de Lisboa, você volta ao glorioso passado imperial de Portugal e ao epicentro original da arquitetura romântica na Europa. Desde o século 14, a aristocracia portuguesa seguia seus monarcas para lá.

Percorrendo as estradas sinuosas da região, não será difícil entender por que. Abra as janela para inspirar o ar puro da Serra de Sintra, fresco e perfumado pelos muitos aromas da rica flora local. E deixe-se encantar pela paisagem que está à sua frente, um Patrimônio da Humanidade da Unesco: palácios barrocos espalhados entre fontes e cercas vivas, casas de veraneio com torres e guaritas sombreadas por magníficos jardins planejados, e palácios de princesa encarapitados em montanhas, projetando suas silhuetas cor-de-rosa, amarelas e vermelhas contra o céu azul-turquesa. Mágica, etérea, eterna: descrever Sintra é como tentar agarrar a Lua. Visite a cidade – e aproveite.

Onde ir

Palácio Nacional de Sintra, o palácio real mais antigo de Portugal, para ver seus interiores cobertos de azulejos.

Palácio Nacional de Pena, pelas torres de conto de fada, cor de sorvete, e a localização mágica, no alto das montanhas.

Quinta da Regaleira, pela luxuosa arquitetura eclética – gótica, manuelina e renascentista – e os jardins extraordinários, pontuados por túneis subterrâneos, cavernas, torres, fontes e poços.

Piriquita, para provar os famosos travesseiros (pasteizinhos crocantes recheados com geleia de melão, ovos e amêndoas).

Fábrica das Verdadeiras Queijadas da Sapa, pelas queijadas, delicados doces caseiros à base de queijo que são um pecado.

Ritz Four Seasons Hotel Lisboa

Reservar Agora

Praias com estilo: Cascais, Guincho e Cabo da Roca

Talvez uma das áreas mais subestimadas de Lisboa, Cascais combina um estilo de vida sossegado e praiano com sofisticação e refinamento europeus. É casual e relax, mas chique de um jeito todo seu. Não à toa, é a escolha de famílias elegantes que procuram um retiro praiano mais bacana. Imagine veleiros, surfistas, casas e condomínios exclusivos, cavalgadas, golfe e iatismo, tudo acabando em um piquenique na praia, regado a um bom vinho. Não deixe de provar o sorvete da Santini, o favorito do Rei Carlos 1º da Espanha.

Seis quilômetros adiante de Cascais, estão as praias, dunas e florestas de pinheiros de Guincho. Paraíso de surfistas e windsurfistas, a região é conhecida por oferecer alguns dos melhores breaks – praias com fundo de areia – do mundo, além de belas vistas do Atlântico. A natureza é selvagem e temperamental; as ondas são grandes e o vento é forte. Seja assistindo a uma competição de surfe, cavalgando ou simplesmente curtindo a vastidão de areia, abrace cada centímetro desse terreno pedregoso: você está em Guincho!

O Cabo da Roca – “onde a terra termina e o mar começa”, segundo o célebre poeta português Luís de Camões – é o ponto mais ocidental da Europa. Suba até o farol para apreciar as vistas mais incríveis. E não esqueça de pegar seu certificado comemorativo: afinal, não é todo mundo que chega tão perto do fim do mundo.

Recomendamos:

Em Sintra

– Piriquita, para provar doces e confeitos portugueses típicos.

– Casa Branca, para comprar enxovais fabricados em Portugal.

– Loja do Vinho, para provar ou comprar vinhos e queijos portugueses.

Em Cascais

– Porto de Santa Maria, para degustar excelentes frutos do mar com vista para o oceano.

– Santini, pelos sorvetes sensacionais.

Ritz Four Seasons Hotel Lisboa

Reservar Agora