A Baía de Hulopo, em Lanai, é um lugar lindo para tentar ver golfinhos brincando no oceano.

Serena, montanhosa e varrida pelo vento, Lanai é o lugar para comungar com o lado mais selvagem da beleza do Havaí. Antes uma enorme plantação de abacaxis, a ilha guarda lembranças vivas do passado latifundiário do Havaí, mas também vai se transformando, rapidamente, em uma Meca do turismo moderno. Graças a essa ambivalência intrínseca, ela encanta tanto quem anseia pelas delícias de seus resorts tropicais quanto os viajantes mais aventureiros, a fim de se surpreender. Empoleirado em um penhasco de rocha vulcânica vermelha, sobre uma praia de areias brancas, o Four Seasons Resort Lanai é o ponto de partida perfeito para descobrir tudo o que esse destino tem a oferecer.

DIA 1: SOL E AREIA

Com a praia acenando para você, deguste ovos Benedict à moda de Lanai no restaurante ONE FORTY. Passe pelo bar desmoothies, onde você faz seu próprio shake de frutas, verdes e ervas, agarre um donut caseiro e parta para o mar.

Passeando pela praia, na trilha das falésias, você verá a linda Pu‘u Pehe, conhecida como a “pedra dos namorados”, despontando do mar; com tanta lenda romântica associada a ela, é difícil não pensar em amor. Pare para curtir as lindas piscinas naturais habitadas por pepinos-do-mar, ouriços e estrelas. De volta ao Resort, pegue máscara e pé-de-pato (cortesia da casa) para fazer uma sessão de snorkel nas águas protegidas da Hulopo‘e Bay, onde a vida aquática é exuberante e cardumes de golfinhos-rotadores vêm brincar.

Com um piquenique preparado e embalado para você pelo pessoal do Resort, dirija até Kahalepalaoa Beach, no leste, onde a cana-de-açúcar era embarcada e enviada a Maui. Depois do almoço, procure conchas, faça fotos nas docas ou faça uma oração no Pu`ukoholā Heiau, antigo templo de pedra situado ali pertinho.

Mais tarde, no Spa, hidrate a pele com a infusão de lavanda e babosa da máscara corporal pós sol Ki Pola Cooling Ti. Depois, vestido e devidamente refrescado, rume para o requintado Nobu, onde um jantar japonês eclético e imaginativo espera por você. Saquê de Hokusetsu, pratos famosos (como peixe-carvão com alface crespa), embelezados com ingredientes da própria ilha, e uma marmita de sobremesas exclusivas vão fechar, com chave de ouro, seu primeiro dia.

Four Seasons Resort Lanai

Reservar agora

DIA 2: PARA O ALTO

Acorde cedo e verifique o aviso de golfinhos do Resort; se eles estiverem passando por Hulopo‘e Bay, corra para vê-los. Depois, visite Lāna‘i City, que foi fundada no começo do século 20 e fica a meio quilômetro do Resort. 

Para ter uma visão diferente da ilha, siga para os Stables at Koele, onde você monta um cavalo manso, para iniciantes (ou um quadriciclo Polaris RZR novinho), e passeia por campos enevoados, entre paus-ferro, perus selvagens e codornas, com vistas de florestas por todos os lados.

Volte à cidade para provar uma refrescante tigela de poke (prato típico local, feito com arroz, peixe cru e ervas) no Lāna‘i ‘Ohana Poke Market. Em seguida, descubra as lojas em torno do Dole Park, cujo nome homenageia James D. Dole, pioneiro na cultura do abacaxi na ilha. Explore a produção artística local na Mike Carroll Gallery, onde o artista geralmente está presente, ou faça uma imersão na história da ilha visitando o Lāna‘i Culture and Heritage Center.

À tarde, passeie a pé ou de carro pela Munro Trail, com cerca de 20 quilômetros. Quieto e solitário, esse encontro íntimo com a natureza passa por florestas nativas e pelos pinheiros colossais que o naturalista George Munro introduziu em Lanai. A paisagem é maravilhosa; dá para ver até os picos de outras ilhas havaianas.

Para encerrar o dia, recarregue as baterias com os coquetéis e a comida italiana casual do Pele’s Other Garden e depois se sente no lanai (varanda) privativo de seu quarto para contemplar as estrelas.

DIA 3: NATUREZA NATIVA

Depois de uma bela tigela de açaí e de um Lāna‘i (café com blend especial) no Coffeeworks, na cidade, monte uma luxuosa cesta de piquenique no Richard’s Market, entreposto de comida fresca que acaba de passar por uma grande reforma.

Siga de 4x4 rumo ao Norte para fazer uma excursão sem guia pelos 239 hectares da Reserva Kanepu‘u, que se dedica a preservar 48 espécies raras de plantas havaianas nativas. Você pode almoçar por lá mesmo, ou em meio às inacreditáveis formações rochosas de Keahiakawelo, o Jardim dos Deuses – que surgiram, segundo a lenda, quando dois kahuna (monges) de Lāna‘i e Moloka‘i fizeram um duelo para ver quem conseguia manter uma fogueira ardendo por mais tempo. Em dias claros, a vista das ilhas de Moloka‘i e O‘ahu é espetacular.

Volte ao Resort para ficar de papo para o ar, e aproveite para conhecer as lojinhas do The Shops ou deliciar-se com um sanduíche de sorvete caseiro no VIEWS, perto do Manele, campo de golf projetado por Jack Nicklaus e absolutamente único. Em honra do passado da ilha, que chegou a produzir 90% de todo o abacaxi consumido no mundo, escolha creme de abacaxi e coco com biscoito de gengibre; enquanto você se deleita, a bela vista do mar chama para o campo de golfe.

Por último, faça como os moradores locais e jante no Lāna‘i City Grille, no histórico Hotel Lāna‘i, de quase 90 anos. As pedidas favoritas dos moradores são as costelas na brasa e o bulgogi coreano, tudo servido com aquele charme especial das cidades pequenas.

Four Seasons Resort Lanai

Reservar agora