A tradição local valoriza as plantas nativas, tanto pelo rico sabor quanto pelas características medicinais.

Resultado de uma fusão centenária de influências ocidentais e orientais, cozinha tailandesa ainda tem o charme da apresentação primorosa. E não é privilégio de restaurantes estrelados: por todo país, ruas e feiras oferecem experiências gastronômicas baratas e a céu aberto.

Tipicamente, os pratos tailandeses combinam sabores picantes, doces, salgados e ácidos, embora levem pouco sal, açúcar e óleo. As porções são pequenas e leves, já que o hábito local é consumir até dez delas por dia. Traços das culinárias chinesa e indiana se fazem presentes em pratos à base de arroz e curry, respectivamente; mas influências de outras culturas também deixaram marcas importantes, como a pimenta-malagueta, introduzida na região por comerciantes portugueses no século 16.

O fundamento básico da culinária tai é o arroz, que pode ser preparado frito, no vapor ou cozido. Os noodles, macarrões de arroz, são o fast-food tailandês, compondo sopas ou fritos. Os legumes mais comuns, abóbora, pimentão, brócolis e vagem, costumam ser salteados na wok para ganhar textura crocante.

Papaia, manga, tamarindo, banana, jaca e goiaba são entre as suculentas frutas típicas. Vendidas em barraquinhas de rua, aos pedaços ou batidas com gelo, são um petisco refrescante. Completam essa festa de sabores camarões, lagostins, lulas e polvos; as pimentas malaguetas, que não podem faltar no curry verde ou vermelho; a galanga, raiz da família do gengibre; o coentro, o capim-limão, as folhas de limão kaffir e o leite de coco.

Four Seasons Tented Camp Triângulo de Ouro Tailândia

Reservar agora

Diferenças regionais marcam a culinária tailandesa: as preparações com leite de coco são típicas do Norte do país, enquanto no Nordeste predominam as carnes picantes e, no Sul, os curries de origem indiana. Mas basta estar em Bangkok para conhecer os sabores do país inteiro. Além de abrigar os melhores restaurantes – e escolas de culinária que recebem chefs do mundo todo –, a cidade recende ao aroma dos pratos típicos, feitos na hora em barraquinhas de rua e nos grandes mercados.

Dois deles, pelo menos, são imperdíveis: Pad Thai (noodles com frango, camarão, ovos, amendoim, broto de feijão, tofu, alho) e Nam Yaa (noodles com curry de peixe, feito com gengibre, alho, capim-limão, pimenta e leite de coco). Mas talvez você tampouco resista às demais delícias preparadas pelos cozinheiros de rua de Bangkok, como bolinhos de arroz com coco e bananas fritas.

Depois de fartar-se com ingredientes tailandeses, não deixe de conhecê-los in natura no Damnoen Saduak, um dos mais célebres mercados flutuantes do país. A 100 quilômetros de Bangkok, com barquinhos carregados de produtos frescos e coloridos, e guiados por mulheres em chapeus-cone, é um banquete para os olhos.

Nota do editor: O programa de aulas de culinária do Four Seasons Chiang Mai é famoso entre os visitantes por ser uma experiência prática incrível. Os instrutores levam os hóspedes para conhecer a feira de alimentos local, ensinam os alunos a criar receitas tradicionais como kaow soi gai (sopa de macarrão e frango ao curry de Chiang Mai) e tom yum goong (sopa apimentada com camarão). Além disso, os hóspedes podem participar de uma refeição íntima na Chef’s Table [mesa do chef].

Four Seasons Tented Camp Triângulo de Ouro Tailândia

Reservar agora