Não é segredo para ninguém: nos últimos anos, a cena gastronômica de Bogotá cresceu e ganhou personalidade, numa virada impressionante. Se hoje a cidade é um destino especial para os foodies, isso se deve em boa parte à sua Zona Gourmet, ou Zona G. Todos os restaurantes bacanas de Bogotá montaram praça nesse conjunto de quarteirões, que fica pertinho da Carrera 7 e demarca um bairro ótimo para conhecer a pé. Em 2015, sobretudo, houve um boom de casas inovadoras, com pegada internacional, aportando por lá. Os cinco endereços a seguir não podem faltar em seu roteiro.

Kuru e Castanyoles

Os dois hotéis Four Seasons recém-abertos em Bogotá oferecem, ambos, excelentes restaurantes-flagship, bem diferentes um do outro. O Kuru, do Four Seasons Hotel Bogotá, está na crista da onda com seus grelhados à moda japonesa, preparados no chiquérrimo estilo robata. Da cozinha a céu aberto, saem carnes e frutos do mar assados no carvão que competem seriamente com os sushis. No Castanyoles, do Four Seasons Hotel Casa Medina Bogotá, o destaque é o átrio envidraçado com teto retrátil. O chef estrela Diego Jacobo capitaneia o restaurante, criando o menu de tapas (experimente as patatas con salsa brava, com maionese de presunto, acompanhadas de uma boa taça de sangria). Para arrematar, torrijas – rabanadas doces e crocantes.

Four Seasons Hotel Bogotá, Carrera 13 #85—46

Four Seasons Hotel Casa Medina Bogotá, Carrera 7 #69a-22

Tomodachi Ramen Bar

O portfólio de restaurantes do chef Daniel Castaño em Bogotá cresce rapidamente. Com o Tomodachi, que abriu no fim de 2015, Castaño se aprofunda no universo do ramen, trabalhando com ingredientes e saquês importados – até os assentos high-tech dos toaletes vêm do Japão. Os garçons, entendidos do assunto, trazem da cozinha tigelas fumegantes de caldo lotadas de fatias de carne do porco, ovos cozidos e folhas de algas (de entrada, prove os bolinhos de massa fritos, perfeitos). Como são só 26 lugares, melhor reservar com antecedência.

Tomodachi, Diagonal 70A #4-66

Four Seasons Hotel Bogotá Casa Medina

Reservar agora

Cantina y Punto

O salão e o bar de pé-direito alto desse animado restaurante mexicano vivem cheios, com a galera influente da cidade aparecendo para tomar margaritas de tamarindo e provar as criações da cabeça inventiva do chef Roberto Ruiz. Ex-comandante do Punto MX, o primeiro restaurante mexicano da Europa a ganhar uma estrela do Michelin, ele incluiu no menu pratos como carne de porco de cozimento lento e tacos al pastor, que às vezes substituem ingredientes colombianos por mexicanos, criando um sabor diferenciado que harmoniza perfeitamente com uma michelada.

Cantina y Punto, Calle 66 #4A-33

Baita

O Baita é uma invenção de Nimi Molad, que criou uma das primeiras casas de hambúrguer originais de Bogotá, a Agadón, há uma década. O chef israelense abriu o Baita no começo de 2015, com um menu baseado em comida ídiche caseira e reconfortante. Peça os pratos para dividir, especialmente o homus cremoso (dos melhores que você encontrará fora de Israel) e a couve-flor assada. O interior de tijolos aparentes e azulejos brilhantes, tão comum nos restaurantes de Tel-Aviv, dá um toque de modernidade à casa, além das cervejas importadas, em geral difíceis de encontrar em Bogotá.

Baita, Carrera 5 #69-26 

Orso

Depois de jantar, ou quando estiver passeando pela Zona G, não deixe de passar no Orso. Essa sorveteria charmosa – heladeria, como eles dizem por lá – oferece uma gama de sabores absolutamente inovadora, que vai de crème brulee a bacon caramelizado. E não fique só no sorvete de casquinha: experimente um expresso com sorvete de iogurte grego, figos e mel, um sanduíche de cookies com recheio de sorvete de pistache ou um smoothie que leva sorvete de coco com limonada e frutas tropicais como lulo, uchuva e maracujá.

Orso, Calle 66 #4A-08

Four Seasons Hotel Bogotá Casa Medina

Reservar agora
请注意,您即将跳转至四季酒店在中国境外运营的网站。
明白